Projeto ‘Sou E.U.’ ensina de forma lúdica a Europa aos alunos do 1.º Ciclo!

170570

O Governo dos Açores, através do Gabinete do Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas, está a desenvolver o projeto ‘Sou E.U.’, no âmbito do programa ‘Cidadania Europeia – Europa para os Açorianos’, que vai percorrer as escolas do 1.º Ciclo do arquipélago, ensinando, de forma lúdica e pedagógica, questões europeias e de cidadania aos alunos do 4.º ano de escolaridade.

Para o Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas, esta iniciativa é uma forma “muito interessante” de ensinar e ajudar os mais novos a descobrir “o que é isto de cidadania europeia”.

No arranque deste projeto, em São Miguel, Rui Bettencourt salientou a “grande adesão dos jovens” que participaram nesta iniciativa, sublinhando a componente de jogo e a interação com os animadores, que permitem “detetar quais são as questões europeias, o que é que está atrás da cidadania, quais são os direitos e os deveres de cada cidadão”.

“Temos consciência de que este programa de cidadania europeia deve abranger todos os cidadãos açorianos, dos mais jovens aos mais seniores” salientou Rui Bettencourt, acrescentando que este programa em concreto “vai percorrer as escolas da Região com o objetivo de levar as questões europeias de uma maneira muito lúdica, através de um jogo e de quatro figuras de jovens europeus, que acabam por dialogar com estes jovens alunos do 4.º ano”.

O projeto começa com a narração de uma história construída para o efeito e contada através de quatro fantoches com diferentes personalidades, centrando-se essencialmente nas questões de cidadania e nas relações interpessoais.

Segue-se a projeção de imagens e uma breve explanação da história da União Europeia, da cidadania europeia e dos seus valores, num momento de interação dos personagens com os participantes, terminando com a realização do Jogo da Glória ‘Sou EU’.

O projeto ‘Sou E.U.’ é uma das três ações do eixo ‘A Europa na Escola’, que faz parte do programa ‘Cidadania Europeia – A Europa para os Açorianos’.

As outras duas ações são um estudo de campo e atividades formativas a desenvolver com alunos do 3.º Ciclo, do secundário e de escolas profissionais, e a iniciativa ‘9 ilhas, 11 ações’, que consiste em intervenções artísticas nas escolas junto dos alunos do 2.º Ciclo, que será desenvolvida em 2018.

Este projeto vai abranger 140 estabelecimentos de ensino de todo o arquipélago e perto de 3.000 alunos.

Em São Miguel, onde arrancou esta ação, o projeto está a ser desenvolvido em conjunto com a Associação de Educação pela Arte – Solidaried’Arte e tem programado um itinerário que permitirá realizar as sessões até ao final deste ano letivo.

Na próxima semana, o projeto vai desenvolver-se junto de todos os alunos do 4.º ano de escolaridade da ilha Graciosa.

Relacionado